Prêmio Dakir Polidoro valoriza a imprensa

Câmara Municipal e Associação Catarinense de Imprensa premiam jornalistas e homenageiam personalidades da Grande Florianópolis

[ Marciano Diogo, ND, 13/08/14 ]

Bispo Jerônimo (E), Maria Paula, Tarcísio Mattos, Divino Mariot, Ademir Arnon, Mário Petrelli, Marcílio Medeiros Filho, César Faria, João Décio, Roberto Azevedo, Luiz César e Salvador dos Santos

Bispo Jerônimo (E), Maria Paula, Tarcísio Mattos, Divino Mariot, Ademir Arnon, Mário Petrelli, Marcílio Medeiros Filho, César Faria, João Décio, Roberto Azevedo, Luiz César e Salvador dos Santos. Foto: Marcos Santiago

Jornalistas e comunicadores catarinenses foram reconhecidos pela excelência de seus trabalhos na noite de 13/8. Em sessão solene, a Câmara de Vereadores de Florianópolis e a ACI/Casa do Jornalista entregaram as medalhas do Prêmio Dakir Polidoro de Imprensa 2014 para cinco profissionais de diferentes categorias, e agraciaram quatro personalidades em homenagem especial por suas participações na consolidação da imprensa de Santa Catarina.

A sessão foi presidida pelo vereador Bispo Jerônimo, presidente interino da Câmara.

O empresário Mário José Gonzaga Petrelli, fundador e presidente emérito do Grupo RIC, foi homenageado na categoria especial do prêmio, por sua forte atuação na consolidação da imprensa catarinense e grande participação na história do jornalismo do Estado. “É com muita satisfação e orgulho que recebo este prêmio. Estes profissionais estão sendo merecidamente reconhecidos pela excelência de seus trabalhos. Sempre defendi uma imprensa livre e, antes disso, a liberdade de expressão dos cidadãos. É importante prestigiarmos os jornalistas, que ajudam a construir a história com o critério profissional que dá relevância às informações”, disse. O jornalista Divino Mariot, João Décio Machado Pacheco e Marcílio Medeiros Filho, foram homenageados juntamente com Mário Petrelli, e receberam o troféu de reconhecimento por suas trajetórias profissionais.

Mário Petrelli e Roberto Azevedo

Mário Petrelli e Roberto Azevedo. Foto: Marcos Santiago

Colunista do Notícias do Dia e comentarista político da RIC TV, Roberto Azevedo recebeu a medalha na categoria Jornal. Para ele, o prêmio Dakir Polidoro é de extrema importância para os profissionais do meio. “Sinto-me lisonjeado pela tradição do prêmio. Mas lembro que não é um prêmio individual, mas sim para o grupo: sem o veículo ele não seria possível. Jornalismo é criação coletiva. Quem ganha hoje não é o Roberto, mas sim o Notícias do Dia”, afirmou. Além do Azevedo outros quatro profissionais receberam as medalhas de reconhecimento por seus trabalhos na imprensa: Salvador dos Santos, Maria Paula Pereira, Luiz César da Silva e Tarcísio Mattos.

Mais uma categoria em 2015

O Prêmio Dakir Polidoro foi criado pelo Legislativo da Capital em 2004, em parceria com a ACI, e desde então profissionais da mídia que tem destaque pela relevância de seus trabalhos são homenageados anualmente. As indicações ao prêmio  feitas pela ACI, com seis indicados em cada categoria, e os vereadores definem quem são em vencedores. A premiação, dividida em cinco categorias é voltada para profissionais com atuação na Grande Florianópolis e que ainda estejam em atividade.

“Pretendemos acrescentar à categoria de mídias digitais e contemplar também um profissional deste meio no próximo ano”, disse o presidente da ACI, Ademir Arnon.

O Radialista Dakir Polidoro marcou o rádio catarinense nas décadas de 1950, 60 e 70. Atuou 35 anos no programa “A Hora do Despertador”, que prestou grandes serviços à comunidade de Florianópolis. O Comunicador também foi vereador, presidente da Câmara Municipal e prefeito interino.

Livro conta as histórias do Estimado

Na mesma sessão extraordinária em que foi entregue o Prêmio Dakir Polidoro, o escritor e jornalista Moacir Pereira lançou o livro, “Jorge Seara Polidoro: o mestre da amizade”.

“É um amigo muito estimado que tenho há 40 anos. Para conceber este livro foram dois anos de muito trabalho, apuração e coleta de informações, e contei com colaboradores que me deram todo o apoio possível”, afirmou.

O livro da Editora Insular tem o prefácio escrito pelo publicitário Roberto Costa e conta a biografia de Jorge Polidoro, o Estimado, que foi dentista e criou o Dominó do Estimado. As pessoas merecem homenagem em vida, e não póstumas. Por isso, é com muita satisfação que estou lançando este livro na presença do meu amigo”, concluiu Pereira.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *