Preto no branco

O programa “Preto no Branco” foi ao ar no início da década de 1960. Começava às 21h30min, terminando geralmente às 23h. Alguns programas, devido ao grande prestígio do entrevistado, iam até a meia-noite.
Por Clóvis Reis e César Martins

Vários personagens da época declaravam que a cidade sintonizava o programa para ter o que falar no outro dia.

O apresentador era o proprietário da Rádio Nereu Ramos, Evilázio Vieira, o Lazinho, que era substituído eventualmente por Álvaro Correa. Lazinho (2003) lembra que “o programa permitia a vinda a Blumenau de pessoas de renome em todo o Brasil e que isso prestigiava a emissora, aumentando o seu conceito”. O faturamento gerado com a venda de cotas de patrocínio e a utilização de expedientes como a permuta de anúncios por serviços de origem diversa possibilitavam a participação políticos, celebridades e profissionais liberais com atuação nos grandes centros do Brasil.

Uma das características do “Preto no Branco” era o grande esforço de pré-produção do programa e a liderança em diversas campanhas comunitárias, como a mobilização para a instalação da FURB – Universidade Regional de Blumenau e o asfaltamento da BR-101. O programa pavimentou a carreira política de Lazinho, que posteriormente se elegeu deputado, prefeito e senador.


{moscomment}

Categorias: Tags:

Por Clóvis Reis

Doutor em Comunicação e professor da Universidade Regional de Blumenau (FURB). É autor dos livros Na fronteira da persuasão: os gêneros jornalísticos nas emissoras de rádio e Propaganda no rádio: os formatos de anúncio. É ainda coorganizador do estudo Realidade regional em comunicação.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *