Progresso, a Rádio do Coração da Cidade

A ZYJ 901, Rádio Progresso AM 590 da cidade de Descanso, foi fundada em 1982, e entrou no ar em caráter definitivo no dia 15 de novembro do mesmo ano.

logo11-200x39A Progresso se caracteriza por levar a informação através do seu jornalismo e também do entretenimento musical, priorizando as bandas, o sertaneja e a  música gauchesca e popular brasileira. O público alvo são pessoas acima dos 25 anos de idade. Atualmente, está sob a direção do empresário Valdir Basso e conta com um quadro de 12 funcionários.

A emissora opera com transmissor de 2.000 watts de potência que lhe permite uma abrangência que atinge aproximadamente um raio de 150 quilômetros, compreendendo principalmente os municípios: Belmonte, Santa Helena, Tunápolis, Itapiranga Iporã do Oeste, São João do Oeste, Mondai, Riqueza, Caibi, Palmitos, São Carlos, Águas de Chapecó, Planalto Alegre, Caxambu do Sul, Guatambu, Chapecó, Iraceminha, Cunha Porã, Pinhalzinho, Saudades, Nova Erechim, Nova Itaberaba, Coronel, Freitas, Cordilheira Alta, Xaxim, Flor da Serra, Maravilha, Modelo, São Miguel do Oeste do Oeste, Bandeirantes, Paraíso, Guaraciaba, Anchieta, Romelândia, São Miguel da Boa Vista, Saltinho, Irati, São Lourenço, Campo Erê, São José do Cedro, Princesa, Guarujá do Sul, Palma Sola, Dionísio Cerqueira e também municípios do Sudoeste do Paraná e Noroeste do Rio Grande do Sul.

Sua atual programação destaca: “Canto sem Fronteira”, “Atualidade”, “Comando 590” e “Em cima da Hora”, “Jornal Progresso”,  “Utilidade Pública”, “Progresso no Esporte”, “A Banda Chegou”,  “Sucesso do Povo”, “Viola, Minha Viola”, “Show da Noite”, entre outros; tendo como apresentadores: Diego Antunes, Mauro Barella,  Laércio Antônio, Lucian Pichetti, Carine Basso, Jair Roberto e Valdomiro Salini.

(Antunes Severo com informações do site www.progresso.am.br e do livro Memória da Radiodifusão Catarinense publicado em 2009 pela ACAERT com a coordenação de Antunes Severo e Marco Aurélio Gomes e editado pela Insular de Florianópolis).

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *