RÁDIO É UMA EPOPÉIA. RENOVAÇÃO CONSTANTE

Andei conversando por longo tempo com o Ramiro Gregório da Silva (quem não conhece?), que está com um projeto profissional novo e fascinante (não estou autorizado a dizer). Convidou-me para entrar, junto com ele. Estou cogitando. Já entramos em alguns detalhes e vamos concluir em breve as conversações.
Por Aderbal Machado

É o tipo da coisa que, em rádio, faz a gente se imaginar recomeçando. Tonificando os músculos desse veículo de impressionante dinamismo.
 
E trabalhar com o Ramiro será, se tudo der certo, uma experiência fascinante. Ele é como eu, um romântico. Um idealista, que ainda acredita e faz e quer fazer, o rádio dos velhos tempos: direto, sério, voltado para a inteligência e não apenas para o lazer burro de ouvir sem saber o quê nem para quê.
Me senti revitalizado após a conversa com o Ramiro e, tão logo as coisas se ajustem, vou informar o projeto. É sensacional.
Finalmente, tenho muitas histórias (com “h”), sobre rádio, já publicamos num jornalzinho sem-vergonha que edito aqui em Balneário Camboriú. Coisas reais, acontecidas comigo ou com colegas, durante minha vida nas várias emissoras por onde passei.
Penso juntar todas num livro, incluindo aí alguns outros fatos, como o rádio-jornalismo como ele é, e não como muitos pensam que é. Tenho certeza que vocês, mais do que ninguém, sabem do que estou falando.


{moscomment}

Categorias: Tags: , ,

Por Aderbal Machado

Radialista e jornalista. Nasceu em Araranguá (SC) e iniciou como locutor ao microfone da Rádio Eldorado de Criciúma onde exerceu funções de repórter, redator e de diretor da emissora. Atua atualmente em jornal, rádio, televisão e internet onde mantém o site aderbalmachado.com.br | Reside em Balneário Camboriú/SC.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *