Rádio Verde-Amarelo

A rádio do coração do Ricardo, não adianta tentar, vai continuar correndo paralelo ao projeto Caros Ouvintes.Olá Ricardo. Essa rádio vai longe maninho. Temos de encontrar um jeito de colocá-la no site do livro. Talvez seja necessário mudar o foco: passar a falar de assuntos ligados ao rádio de Florianópolis. Ou então criar outra rádio. Pensa.  Agora falando do tema da última transmissão: E aí galera, será que a recíproca é verdadeira? Será que tem  mulata atracada  em brancão? Ou é só negão amarrado nas loirosas? Respostas para o [email protected] Quem sabe daqui surgirá o primeiro debate sobre a miscigenação como um caminho para a definitiva erradicação do anátema dos confrontos raciais no planeta? Olha que responsa, cara! BjSvr

Bonjour Severo. O frio começou por essas redondezas. Devemos estar com cerca de cinco graus positivos. Devagarzinho, ele avança. Meu caro, tendo em vista o que você me falou, acho que devemos deixar a Verde-Amarelo do jeito que ela está. Mudar a forma da nossa querida e idolatrada salve, salve Verde-Amarelo seria um pecado. Então, que fique assim. A Verde-Amarelo ela continua com seus ouvintes cativos, mas fora da rede “caros ouvintes”.  Da forma que ela é, eu tenho um tesão enorme de redigi-la. Um beijo em todos.

Ah, e a historia da Diário da Manhã, você tem alguma pista? Inté. Ricardo.

Pois então vamos continuar de Verde-Amarelo de acordo com a tradição. Depois, quem sabe a gente inventa outra, não é mesmo?

A história da Diário vou retomar amanhã. O fim de semana foi dedicado a horta, ao jardim e ao churrasquinho. Boa semana, maninho. BjSvr PS – E a foto para o site, camarada? E o texto do artigo? Quero colocá-lo no site para o mundo acompanhar.

Categorias: Tags: ,

Por Ricardo Medeiros

Doutor em Rádio pelo Departamento de História da Université du Maine (Le Mans, França). Radialista, jornalista, escritor e professor de rádio do curso de Jornalismo da Faculdade Estácio de Sá de Santa Catarina e assessor de imprensa da Prefeitura de Florianópolis. É um dos fundadores do Instituto Caros Ouvintes.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *