Radiodifusor oestino será homenageado no 8º Encontro da Imprensa de SC

A Associação Catarinense de Imprensa (ACI) anunciou o terceiro e último homenageado do 8º Encontro da Imprensa Catarinense em Chapecó programado para o dia 22 de agosto, na sede social da CDL, no horário das 11 às 18 horas: o radialista e radiodifusor Nereu Lopes de Lima.

Radialista e radiodifusor Nereu Lopes de Lima

Profissionais que atuam na vasta área da comunicação social – jornalistas, radialistas, radiodifusores, publicitários, relações públicas, docentes, mídias etc. – participarão da festa que reunirá 500 profissionais de todas as regiões do Estado. O destaque do evento será a homenagem a nomes da comunicação barriga-verde pelo critério de distinção aos profissionais com 50 anos de atividade. São eles, o jornalista Laudelino José Sardá de Florianópolis, o radialista Servilho Ferreira de Lages e o radiodifusor Nereu Lopes de Lima, de Treze Tílias.

A história e obstinação de Nereu Lopes de Lima é rica em acontecimentos e força de vontade. Natural de São José do Ouro, hoje, município de Lagoa Vermelha (RS), Nereu nasceu no dia 3 de Janeiro de 1946. Filho de família humilde. Pai agricultor e mãe costureira. Tem quatro irmãs e um irmão

Em 1960, Nereu com os pais e irmãos, saíram de Machadinho (RS) com destino a cidade catarinense de Xaxim. Em 1966, quando cursava o Colégio, apresentava um programa da extinta UNE (União Nacional dos Estudantes) foi convidado a ingressar na Rádio Cultura de Xaxim. Passou por todos os setores radiofônicos da Rádio Cultura. Em 1967 teve rápida passagem pelo banco Nacional do Comércio, de Chapecó. Em 1.968, ingressou já como locutor apresentador na rádio Colméia de São Miguel do Oeste, hoje Rádio Peperi. Fez grande sucesso na comunicação jovem da época. Ditou moda, usos e costumes, realizou programas de auditório e festivais. Permaneceu 12 anos em São Miguel, onde fez parte das diretorias da Câmara Junior, do esporte clube Guarani, APP entre outras.

Nessa época, apresentou o baile de debutantes em São José do Cedro, conhecendo Odete Ana Dambrós, com quem casou. Dessa união surgiram três filhos: Fábio, Fernando e Odete.

Nereu Lopes de Lima

Em 1980 foi para São José do Cedro, assumindo o departamento comercial da recém inaugurada Rádio Integração. Nereu ingressou no quadro societário da Rádio Integração como sócio diretor, com 10% das cotas. Mais tarde comprou mais 21%. Nessa condição permaneceu 24 anos. Viabilizou financeiramente a emissora, que estava em dificuldades. Aumentou a potência de um para 5.000 Watts. Construiu prédio próprio para a emissora, com modernas instalações. A Rádio Integração foi uma das primeiras emissoras do estado a entrar para a era da informática.

Mais tarde, o empresário criou pessoa jurídica com o nome de TROPICAL FM LTDA e venceu concorrência para instalar rádio FM de Treze Tílias. Nereu e família venderam suas cotas da Rádio Integração e se transferiram em definitivo para Treze Tílias. Em janeiro de 2005 a emissora estava pronta para entrar no ar. Dia 9 de junho de 2005, enfim, já funcionando em definitivo, a Rádio Tropical FM 99,1 foi oficialmente inaugurada.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *