Recomendações ambientais para a Copa do Mundo no Brasil

Rio será sede das próximas Olimpíadas

 

Agência da ONU e governo brasileiro assinam acordo para que Copa e Olimpíadas sejam eventos “verdes”; relatório aponta sucessos na África do Sul em 2010.

MÍDIA | Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York

O Programa da ONU para o Meio Ambiente, Pnuma, e o governo do Brasil assinaram um acordo para que a Copa do Mundo de 2014 e as Olimpíadas do Rio em 2016 sejam eventos “verdes.” O compromisso foi firmado também com representantes da Fifa e do Comitê Olímpico Internacional. Nesta terça-feira, o Pnuma lançou recomendações para garantir a sustentabilidade dos dois megaeventos no Brasil. O relatório destaca ainda a performance ambiental da África do Sul na última Copa.

Segundo a agência, as pegadas de carbono durante a Copa do Mundo em 2010 foram menores do que o projetado. O evento na África do Sul lançou 1,65 milhão de toneladas de dióxido de carbono; 60% do total estimado.

Para garantir a sustentabilidade dos eventos que serão realizados no Brasil, o Pnuma pede à Fifa que reduza suas pegadas de carbono e encoraje os países parceiros a fazer o mesmo.

A agência também destaca que as cidades sede da Copa precisam de diretrizes claras e legais sobre o meio ambiente. Outra recomendação é para a busca antecipada de financiamento para iniciativas verdes.

O Pnuma ressalta que ações de sucesso da África do Sul devem ser implementadas nos próximos megaeventos esportivos, como projetos de energia renovável, melhoria do sistema de transportes e conservação de água nos estádios e  nas cidades.

 

Categorias: , Tags: , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *