Retomando o Rítmo

Embora elevados pelo “espírito natalino” as coisas voltam a normalidade. Pelo menos os mecanismos de correio funcionam e a construção do site entra na reta final.Alô mano Ricardo. As coisas estão se ajustando por aqui. O meu sistema de correio parece que criou juízo e agora nossa correspondência deve voltar ao ritmo normal. Boa essa do Roberto Alves. Semana passada estivemos juntos. O Carlos Roberto, coordenador de esportes da CBN me convidou para participar dos Debates Diários e lá fui eu falar de nosso livro e dos sonhos que estamos cultivando juntos. Rendeu uma conversa de 50 minutos. Estou com a gravação em áudio devidamente salvada. Ainda esta semana retorno ao assunto para comentar algumas afirmações do Roberto, ta legal? Boa semana. Antunes Severo
Alô irmão. Estou mandando no anexo o texto do Celestino preparado para o nosso livro. O texto está sem revisão do autor. É para você ler, analisar a idéia e forma e fazer os seus comentários. O texto não está concluído, embora esteja já na página 32 ou 33. O Celestino pretende concluir em mais duas ou três páginas.O Celestino aceita que ao final se faça uma edição enxugando o texto em função do conjunto geral do livro. Neste momento penso que o fundamental é definirmos duas coisas:
1. É este o “lastro” que desejamos para situar o leitor mais jovem sobre o ambiente em que o rádio se instalou e se desenvolveu em Florianópolis?
2. Vamos considerar o texto como uma introdução ao estudo do rádio na Capital, ou vamos distribuí-lo ao longo da narrativa?
São estas as principais questões que me ocorrem. O Celestino quer entregar o texto final antes do Natal, por isso pede nossa apreciação com brevidade. Grande abraço do irmão saudoso. Antunes Severo
Amigo, estou um pouquinho baleado de novo. Muito dor de cabeça. Uma espécie, na verdade, de labirintite aguda, mas muito aguda mesmo. Espero ainda esta semana ler com muita atenção o texto do Celestino, que com certeza vai contribuir enormemente para o nosso trabalho-que também é dele. Até mais companheiro de luta. Um abraço. Ricardo.

Categorias: ,

Por Ricardo Medeiros

Doutor em Rádio pelo Departamento de História da Université du Maine (Le Mans, França). Radialista, jornalista, escritor e professor de rádio do curso de Jornalismo da Faculdade Estácio de Sá de Santa Catarina e assessor de imprensa da Prefeitura de Florianópolis. É um dos fundadores do Instituto Caros Ouvintes.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *