Retórica e Mídia

O livro organizado pelos professores Fernanda Lima Lopes e Igor Sacramento reúne estudos de importantes autores internacionais que se apresentam segundo as visões dos Fundamentos da retórica, da Retórica midiatizada e da Retórica jornalística. No prefácio a professora Raquel Paiva saúda a iniciativa ressaltando: “Talvez esteja em Nietzsche a justificativa para o empenho dos organizadores desta coletânea em reunir pesquisadores do novo e do antigo continentes em torno do tema Retórica”. Já Fernando Lima Lopes, na apresentação afirma: “Nenhuma palavra tem uma natureza, uma verdade em si mesma para a qual devemos criar meios eficazes, objetivos, para acessá-la: livrando-nos de nós mesmos, para realmente conhecê-la”.

Por sua vez, Sérgio Roberto Trein, quando fala d’As figuras retóricas utilizadas na estrutura da linguageira do Presidente Lula diz: “A palavra pode ser tão mágica, que, em muitas oportunidades, não importa sequer o seu significado. Um indivíduo pode até não saber o que uma palavra significa, ainda assim ela tem a capacidade de convencê-lo, de envolvê-lo, de encantá-lo”. (…) “No passado, o uso do instrumento da força era o instrumento central de afirmação do poder dentro da sociedade. A partir do momento em que se criaram sociedades mais complexas, constituídas por um número de indivíduos e grupos cada vez maiores, o problema do controle social e político da conduta humana tornou-se mais complicado”.

LOPES, Fernanda Lima. SACRAMENTO, Igor. (Organizadores). Retórica e Mídia – estudos ibero-brasileiros. Florianópolis: Editora Insular, 2009.

Categorias: Tags: , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *