Ricardo descobre novos caminhos

Severo, recebi noticias da ex-Anita Garibaldi. O jornalista Zulmar Faustino, amigo meu, é assessor de imprensa da diocese de Florianópolis. Assim sendo ele me mandou um release sobre a compra da Rádio Cultura pela Igreja Católica. O material já está devidamente arquivado e nos servirá como documento.Arquidiocese adquire a Rádio Cultura
A assinatura do contrato aconteceu na manhã de sexta-feira e a programação começa no dia primeiro de janeiro de 2004
“Um sonho que se torna realidade”, assim resumiu Dom Murilo Krüeger, Arcebispo de Florianópolis, na solenidade de assinatura do contrato de aquisição da Rádio Cultura 1110 AM, na manhã de sexta-feira, na Cúria Metropolitana, sede da Arquidiocese. A rádio foi adquirida pela Comunidade Divino Oleiro, formada por leigos consagrados da Renovação Carismática Católica, a mesma comunidade que há dois anos mantém o aluguel da Rádio Santa Catarina 890 AM.
A Rádio Cultura foi adquirida pelo valor de R$ 1,05 milhão, sendo R$ 300 mil como entrada e outras 36 parcelas de R$ 18 mil, reajustáveis durante o período. O valor inicial foi conseguido através de dois fiéis que costumam ajudar nos trabalhos de evangelização da Renovação Carismática, Angelino Rosa e Francisca Souza.
As prestações serão pagas com a contribuição dos “Arautos”, pessoas que ajudam com as obras de evangelização da Renovação, e o valor cedido pelos dois maiores colaboradores, será restituído quando possível. “Apoiei esse trabalho porque presenciei conversões de pessoas através da Rádio”, disse Dona Francisca. “A rádio faz com que a mensagem de Cristo chegue a todos os lares”, disse Sr. Angelino. A área de abrangência da Rádio Cultura é superior a da Rádio Santa Catarina. Com um quilowatt de potência de boa qualidade, ela pode se captada até em Joinville, ao norte, e em Laguna, ao sul, isto é, uma rádio que alcança verdadeiramente todos os cantos da Arquidiocese (composta por 30 municípios que vai do baixo Vale do Itajaí até Garopaba). E com a possibilidade de expandir ainda mais esse alcance. (Trecho inicial. A íntegra da matéria pertence ao acervo do Ricardo Medeiros).

Categorias: Tags: ,

Por Ricardo Medeiros

Doutor em Rádio pelo Departamento de História da Université du Maine (Le Mans, França). Radialista, jornalista, escritor e professor de rádio do curso de Jornalismo da Faculdade Estácio de Sá de Santa Catarina e assessor de imprensa da Prefeitura de Florianópolis. É um dos fundadores do Instituto Caros Ouvintes.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *