Sala de aula do futuro ‘aprenderá’ quase tudo sobre os alunos

MILTON – Bom dia, Ethevaldo, como vai?

ETHEVALDO: Bom dia, Milton, bom dia, ouvintes. Tudo ótimo.

MILTON – Ethevaldo, hoje é sexta-feira, dia de falarmos sobre o futuro e você prometeu falar sobre o futuro das salas de aula daqui a 5 anos.

ETHEVALDO – Vamos lá, Milton. A previsão que vou dar aqui foi divulgado há poucos meses pela IBM. Com o desenvolvimento tecnológico, as salas de aula do futuro não apenas fornecerão novas ferramentas para auxiliar e facilitar o ensino, mas elas aprenderam quase tudo sobre os alunos.

MILTON – Como a sala pode aprender tudo sobre os alunos ?

ETHEVALDO: Isso acontece como resultado de um sistema alimentado por softwares especiais de análises sofisticadas, baseado em computação na nuvem, permitirá aos professores identificar os estudantes com maior dificuldade de aprendizado, decifrar seus obstáculos e sugerir medidas para ajudá-los a superar esses desafios.

Desde o jardim da infância até o ensino médio, essa sala de aula de 2020 poderá fornecer aos educadores não apenas informações mas as ferramentas necessárias a uma melhor aprendizagem.

E mais do que isso: o arsenal tecnológico da nova sala de aula poderá fornecer aos educadores as ferramentas necessárias para conhecer todo o potencial intelectual de seus alunos de maneira personalizada. Além disso permite adaptar o currículo a cada aluno desde o jardim de infância até o ensino médio, chegando até a fase de ingressar no mercado de trabalho.

MILTON – Essas salas de aula inteligentes já existem?

ETHEVALDO: Ainda em estágio experimental, Milton, em instituições como a Universidade de Berkeley e algumas escolas especializadas dos Estados Unidos e da Europa.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *