Sérgio Bonson, cartuns de Florianópolis para o mundo

Sérgio Luís de Castro Bonson nasceu em Florianópolis em 13 de novembro de 1949. Graduado em História, Bonson foi um cartunista e artista plástico autodidata.

Sergio Bonson

Como pintor e aquarelista realizou exposições em vários locais de Santa Catarina e São Paulo. Expôs também na França, onde, a convite da prefeitura da cidade de Bonson, realizou uma amostra de aquarelas e desenhos em 1991. Em 1995, fez viagem de estudos a Inglaterra, patrocinada pelo conselho britânico, permanecendo por dois meses em Londres.

Como cartunista iniciou sua carreira em 1974, no jornal O Estado, de Florianópolis. Atuou também no Jornal de Santa Catarina, de Blumenau, de 74 a 76. Foi free-lance nos jornais Folha de São Paulo e Estado de São Paulo, de 1984 a 1985.

Seus trabalhos de cartunista foram publicados nos livros “Waldirene, a AM”, 1987; “Tudo pelo Soizial”, 1990; e “Bonson sem censura”, 1996. Em outubro de 2003, realizou uma exposição de charges na Assembléia Legislativa de SC.

Em 05 de julho de 2004, foi agraciado com a comenda de “radialista honorário” atribuída pelo Conselho de Contribuintes do programa Caros Ouvintes.

Em 2004 Bonson contou a Cilene Macedo como embarcou no Caros Ouvintes. Pai do Soiza e da Waldirene, “radialista honorário”, cidadão Sergio Luiz relembrou: “Encontrei com Antunes casualmente, soube do projeto Caros Ouvintes e lhe ofereci algumas tiras para ilustrar o site”. Foi assim que Sérgio Luís de Castro Bonson, ou simplesmente Bonson, como é mais conhecido, começou a colaborar com o site.

Sérgio Luís de Castro Bonson faleceu em Florianópolis no dia 08 de dezembro de 2005, vítima de câncer de pulmão.

Confira algumas das charges do artista a baixo ou no link:

bonson-waldirene-1986

 

bonson-henricao-1986

 

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *