Sexta-feira é noite de Bar da Noite

A mestranda de história Vívian Coronato mergulhou no mar de sonhos que foi a carreira de Neide Maria Rosa e trouxe de lá pérolas encantadas que de há muito estavam escondidas sob o manto pesado da corriqueira vida diária.

O Caros Ouvintes tem o privilégio de colocar nas suas ondas sonoras uma pequena amostra desse trabalho inédito. Antes, porém, ouça os acordes que enterneceram tantos corações enamorados ao som da Rádio Diário da Manhã.

“Durante os anos de 1958 a 1966 a Rádio Diário da Manhã de Florianópolis apresentou nas noites de sexta-feira um dos seus programas de maior sucesso: Bar da Noite, criado por Cláudio Alvim Barbosa (1929-1998), mais conhecido como Zininho, e tendo como estrela a cantora Neide Maria Rosa (1936-1994). Zininho comenta em entrevista que criou Bar da Noite para Neide Maria cantar e que ao invés de seguir o formato dos programas de então, onde era apresentado o nome da rádio e em seguida se chamava a atração musical, teve um “estalo” e decidiu criar um bar imaginário.

A abertura e o fechamento desse bar imaginário se davam com a voz em tom grave de Neide Maria cantando trecho da música Bar da Noite, de Bidú Reis e Haroldo Barbosa, que foi sucesso na voz da cantora Nora Ney (1922-2003): “Você sabe bem que é mentira/ Mentira noturna de bar/ Bar tristonho sindicato/ De sócios da mesma dor/Bar que é o refúgio barato/Dos fracassados do amor”.  Com este trecho musical começava e terminava o Bar da Noite, indicando que o bar é local dos solitários, dos que sonham e sofrem por amor. Ou nas palavras do Locutor:

Bar da Noite […] fumaça, murmúrios que se perdem durante o tinir de taças […] o es[?] de garrafas que se abrem para derramar o esquecimento, para turvar  as idéias […] o suave farfalhar das sedas nas dansas [sic] preguiçosas […] isso é Bar da Noite. O porto onde atracam sonhos […] o alimento das quiméras [sic], das ilusões […] Assim é […] E enquanto bebericamos melancolicamente, deixemos que a ilusão mais cara tome forma nas azas [sic] da música […] da música que faz sonhar quando Neide Maria canta”.

O artigo completo – apresentado na II Jornada Latino-Americana de Estudos Teatrais (UDESC / FURB), ocorrida de 13 a 15 de agosto (2009) em Florianópolis – será reproduzido proximamente na seção de trabalhaos acadêmicos que será lançada até outubro próximo pelo Instituto Caros Ouvintes. O mestrado da jornalista Vívian Machado Coronato, que tem como orientadora a professora Vera Collaço está sendo realizado no Programa de Pós Graduação em Teatro do Centro de Artes da Universidade do Estado de Santa Catarina (PPGT, CEART, UDESC).

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] Sexta-feira é noite de Bar da Noite […]

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *