SITUAÇÃO DA AUDIÊNCIA DE RÁDIO NA GRANDE FLORIANÓPOLIS

Embora seja mais de interesse dos publicitários, em especial dos Mídias das Agências de Publicidade, creio que muitos internautas gostariam de saber quais emissoras são mais ouvidas na Grande Florianópolis. O trabalho apresentado aqui se restringe apenas a uma série de comentários sobre o assunto e foi elaborado com base em consultas a alguns profissionais de Mídia de Florianópolis.
Por Chico Socorro

Deve-se a Antunes Severo e Ricardo Medeiros o registro histórico da evolução do meio rádio em Florianópolis, exposto no livro Caros Ouvintes, publicado em agosto de 2005, talvez a única obra do gênero no país. O livro mostra num determinado capítulo, como o rádio chegou a Florianópolis e revela também as características das principais emissoras.
Situação geral do meio rádio hoje em Florianópolis.
Florianópolis conta hoje com 17 emissoras de rádio em funcionamento, entre AM e FM (apenas 15 aparecem nos estudos de audiência, pois duas delas têm audiência irrelevante). Deve-se destacar a presença de rádios que fazem parte de redes nacionais: CBN, Bandeirantes, Jovem Pan e Antena 1.
Um fenômeno relativamente novo que também merece ser ressaltado são as 6 emissoras religiosas em operação – 4 evangélicas e 2 católicas. A soma da audiência das 4 rádios evangélicas, por exemplo, já é expressiva colocando esse bloco entre as 10 no ranking geral de audiência (AM+FM).
Vamos começar mostrando a situação das Rádios AM.
Na Grande Florianópolis a emissora de São José, Rádio Guararema AM exerce há mais de 10 anos a liderança absoluta com mais da metade da audiência.  Um pouco menos de 50% restantes estão distribuídos entre as outras 7 emissoras AM.
A CBN AM é a 2ª. colocada no ranking. Mas, seria injusto não destacar aqui a qualidade da CBN, uma emissora que, na opinião deste articulista, conta com o melhor quadro de comunicadores do rádio da Grande Florianópolis, tanto a nível local como nacional.  O 3º lugar está ocupado pela Rádio Mais e as outras 4 estão praticamente emboladas num mesmo pelotão.
Agora vejam o que acontece com as emissoras FM.
No segmento de rádios FM, a audiência está mais bem distribuída.
A emissora líder, com perfil mais popular, Band FM, está muito próxima da 2ª colocada, a Jovem Pan, de perfil jovem. O destaque vai para a novata Rádio Regional de Santo Amaro da Imperatriz que já ocupa o 3º lugar e com tendência de crescimento em toda a Grande Florianópolis. A Regional FM, cuja Audiência majoritária está localizada na periferia apostou na música de gosto popular e está ganhando a aposta, algo que se revela em sua crescente audiência.
O que acontece com o quadro geral de audiência se juntarmos as emissoras AM e FM
No ranking na Grande Florianópolis (AM + FM) o quadro se mantém: a Guararema AM permanece na liderança absoluta, seguida pela Band FM, Jovem Pan FM, Atlântida FM e Regional FM.
O Rádio em Florianópolis se alimenta, basicamente, de 3 segmentos: Música, Notícias (da Cidade, do Bairro, Estaduais, Regionais, Nacionais e Internacionais) e Esporte (essencialmente futebol). Outros conteúdos como horóscopo, bolsa de empregos, brindes, brincadeiras, fofocas de novelas, etc complementam a programação.
Cabe ressaltar que, ao se programar publicidade no meio do rádio, além do perfil de programação e a audiência, deve-se levar em conta também a cobertura geográfica (alcance de seu sinal) que tem relação com potência do transmissor operado pela emissora.
As emissoras com programação religiosa, católica e evangélicas, Rádio Cultura AM, Rádio Novo Tempo FM e Rádio Aleluia FM tem perfil notadamente adulto, (mais de 70% são mulheres) e os ouvintes dessas emissoras pertencem, basicamente, às classes C, D e E.
Algumas emissoras penetram mais fortemente na periferia, como a Novo Tempo FM, Gazeta AM, Regional FM e Guararema, enquanto que outras são mais ouvidas na Ilha – como a Itapema FM, CBN AM, Antena 1 FM, Guarujá AM e Aleluia FM.
Merece um registro todo especial os apresentadores carismáticos, com forte penetração na periferia e que abrem espaço para participação direta do ouvinte via telefone, como: Hélio Costa e Miguel Livramento, entre outros, responsáveis diretos pelo ganho de expressivos pontos de audiência das emissoras onde atuam.
 
Exemplo recente disso é o programa de Hélio Costa na Rádio Mais Alegria que fez migrar audiência de outras emissoras para lá. Helio Costa, na minha visão, pode ser considerado como um dos melhores apresentadores de Rádio em Florianópolis e, embora com estilo bastante diferente, muito próximo do imbatível e celebrado Mário Motta, da CBN Diário.
E, Como já foi dito, um dos importantes componentes da audiência de rádio é, sem dúvida nenhuma, o hábito, boa parte da grade de programação da Rádio Mais é beneficiada pelo programa do Hélio Costa.
Vale lembrar, a propósito, uma das conhecidas estratégias da Rede Globo de Televisão para manter-se na liderança de audiência em todo o Brasil: um arranjo tal de sua grade de programação que faz com que um programa transfira boa parte de sua audiência para o seguinte, e assim por diante.
Voltando à líder absoluta de audiência. Qual é o segredo da Guararema, líder do segmento rádio na Grande Florianópolis nos últimos 10 anos?
Especialistas em Mídia defendem o ponto de vista de que ouvir uma determinada Rádio assim como preferir este ou aquele jornal, é uma questão de hábito. Mas o que precede e forma o hábito no caso da Guararema? Inegavelmente a resposta é uma só: a sua programação ostensivamente popular.
Vejamos como Antunes Severo e Ricardo Medeiros registram o fenômeno Guararema no Livro Caros Ouvintes:
“Nos anos 2000, a Rádio Guararema comemora a liderança de audiência na Grande Florianópolis à base de uma programação popular e de outros ingredientes que chamam a atenção das camadas mais baixas da população.
A grade de programação da emissora dá destaque para as músicas sertanejas, tradicionalistas, pagodes e sambas, além de dedicar espaços para a musica romântica e canções do passado. Somado a esse repertório musical, a 1.230 AM busca atrair o público abrindo espaço para que o ouvinte mande recados para a sua ”cara metade” e para parentes. Outra forma utilizada para conquistar simpatia dos ouvintes é a divulgação dos signos do zodíaco e o resumo de novela de televisão”.
A apresentação deste artigo sobre a audiência de rádio tem mais o objetivo de chamar a atenção das agências de publicidade, dos publicitários e dos anunciantes para o poder de comunicação do rádio, muitas vezes esquecido ou subestimado. Um meio de comunicação que não é utilizado mais intensamente nas campanhas publicitárias também por falta de maiores informações a respeito da audiência.


{moscomment}

1 responder
  1. Ana Althoff says:

    Muito interessante essa publicação, está bem estruturada e esclarecida.
    Parabéns ao editor.

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *