STF não julga recurso contra o diploma de jornalista

Votação foi adiada: o recurso contra o diploma foi retirado na quarta-feira (1º/4) da pauta de votações do Superior Tribunal Federal (STF). Por Luiz Stefanes.

O debate e julgamento sobre a Adin contra a Lei de Imprensa tomou conta da sessão e terá sua continuidade dia 15 de abril, o que deixa indefinida uma nova data para o julgamento do diploma. Mesmo com esse quadro, a FENAJ, a Coordenação da Campanha em Defesa do Diploma e os Sindicatos planejam novas ações de continuidade do movimento.

A movimentação em Brasília foi acompanhada pelos jornalistas e estudantes de jornalismo em Santa Catarina, que realizaram manifestações. Em Florianópolis, o ato público ocorreu em frente à Justiça Federal com a distribuição de panfletos e colocação de banner em defesa do diploma e da regulamentação profissional. As manifestações de hoje fazem parte da campanha intensiva desenvolvida pelo SJSC desde a semana passada, com debates, panfletagem, lançamento de livro e conversas com estudantes.

A defesa da profissão mobilizou profissionais e estudantes em várias cidades:

Blumenau:
Os dirigentes Aristheu Formiga e Fernando Arteche Hamilton fizeram panfletagem nas escadarias da Catedral, na rua XV de Novembro. No dia 30 houve debate sobre diploma e regulamentação no curso de jornalismo da Sociesc/IBES.

Chapecó:
O curso de jornalismo da Unochapecó teve panfletagem no dia 31 antes do início e no intervalo das aulas.

Concórdia:
Jornalistas, professores e estudantes usaram camisetas pretas para protestar contra a ameaça à profissão. O ato ocorreu na Praça Dogello Goss, no Centro da cidade, e contou com participação do delegado sindical de Concórdia Francisco Ribeiro.

Criciúma:
Profissionais, professores e estudantes reuniram-se dia 31 no auditório dois da SATC para protestar em favor da necessidade da formação superior específica e do diploma para o exercício da profissão de jornalista. A manifestação em Criciúma envolveu parceria entre o SJSC e o curso de jornalismo das faculdades SATC e os profissionais da área. O Sindicato foi representado pelos diretores Sandro de Mattia e Vanessa Feltrin Pinheiro.

Itajaí:
Dia 31, na Univali, o diretor Felipe Damo conversou com os estudantes e realizou panfletagem.

Joinville:
Os diretores Hilton Maurente e Marlise Groth reuniram-se dia 31 com 100 alunos do curso de jornalismo do IELUSC para debater sobre o diploma e regulamentação.

Lages:
O SJSC, representado pelo diretor Iran Rosa de Moraes – em conjunto com o curso de jornalismo da FacVest – realizou debate com os alunos.

São Miguel do Oeste:
Debate na noite de 31 com as turmas do curso de Jornalismo da Unoesc – Campus São Miguel do Oeste.

Tubarão:
Mobilização no curso de jornalismo da Unisul, discussão sobre a questão em sala de aula e movimentação na Câmara Municipal.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *