Super Hi-Vision

Rádio CBN Brasil | MUNDO DIGITAL, com Ethevaldo Siqueira

Bom dia, ouvintes. Hoje é sexta-feira, dia de falarmos sobre o futuro. Eu prometi falar sobre a televisão do futuro. A rigor, a TV do futuro já nasceu. Um de seus melhores exemplos é o projeto Super Hi-Vision, que está sendo implantado pela NHK, a TV estatal do Japão.

Não se trata apenas de nova tecnologia para produzir imagens de grandes dimensões, de superalta definição, ou Super Hi-Vision, em 8 K, ou 33 milhões de pixels, mas, sim, de um novo sistema de televisão aberta, quer dizer, em broadcasting, a ser levado a cada residência japonesa, primeiro via satélite, em 2017, e depois, via atmosfera, a partir de 2020.

Será, sem dúvida, o primeiro sistema de TV aberta do mundo, com imagens de superalta definição, a ser transmitido regularmente para a casa das pessoas.

Vi as primeiras demonstrações dessa nova televisão em Las Vegas na semana passada, com um documentário especial que mostrou três eventos: o lançamento do último ônibus espacial, a abertura dos Jogos Olímpicos de Londres de 2012 e os desfiles de escolas de samba do carnaval do Rio do ano passado.

A gente tem a impressão de estar flutuando sobre os cenários olímpicos ou sobre a Marquês de Sapucaí, ou dentro das cenas. A essa sensação os especialistas dão o nome de TV de imersão.

As imagens de TV em 8K são de uma nitidez impressionante. O brilho e o contraste superam tudo que já vimos, até aqui. E o impacto emocional é ainda maior quando as imagens são projetadas sobre um telão de 15 metros de diagonal. Além da beleza das imagens, a Super Hi-Vision produz ainda um som incrível, envolvente, com 22.2 canais de áudio.

Até segunda, ouvintes da CBN.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *