Surface Promete

Rádio CBN Brasil | MUNDO DIGITAL, com Ethevaldo Siqueira
Milton – Ethevaldo, você acredita que algum novo tablet possa fazer grande sucesso no mercado?
Ethevaldo – Essa mesma pergunta, Milton, eu fazia quando foi lançado o primeiro iPad em 2010. O grande concorrente dele hoje, em sua quarta geração, é o Galaxy Note 10.1, da Samsung. E digo-lhe que está surgindo um novo concorrente para esses dois, Milton.

Milton – Qual é esse novo tablet?
Ethevaldo – É o Surface Pro, da Microsoft, recém-lançado, que ainda não chegou ao Brasil. Muita gente pode dizer que a Microsoft só tem tido grande sucesso com o sistema operacional Windows e com o pacote de aplicativos Office. E relembram os resultados decepcionantes de dispositivos como o Zune, concorrente do iPod; do Kin Phone, um celular que também não pegou; e o relógio hi-tech, Spot Watch.

Milton – Por que, então, você está otimista como tablete Surface?
Ethevaldo – Por causa de seus diferenciais. Eu não gosto de um tablet sem teclado, Milton. Ou com teclado virtual menor do que o de meu laptop. Essa é a grande inovação da Microsoft no projeto do Surface Pro.

Milton – Você acha importante o teclado independente da tela?
Ethevaldo – Acho, Milton. É claro que essa é uma preferência pessoal de jornalista que viaja muito e tem de escrever com os dez dedos, com maior conforto e rapidez. Eu detesto ter de escrever com dois dedos, catando milho.

Milton – E que outras qualidades você vê no Surface?
Ethevaldo – Além de ser leve, com excelente imagem, ele roda o Windows 8 com todos os seus recursos, na versão Surface Pro, de 64 ou 128 gigabytes. Seus concorrentes rodam versões muito menos poderosas dos sistemas operacionais iOS ou Android. É claro que não estou apostando no sucesso comercial do Surface Pro, mas dando minha opinião pessoal sobre suas inovações.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *