Posts

Pioneiros da propaganda e seus caminhos radiantes

Ao falar na criação da primeira agência de propaganda catarinense me vêm à lembrança outras iniciativas surgidas a partir da década de 1950. Os primeiros atores do palco publicitário estavam nas redações dos jornais e nos estúdios das emissoras de rádio. Leia mais um artigo da série “Apontamentos para a História da Propaganda em SC”.

Luiz Fiuza Lima lança plano publicitário inédito para o turismo catarinense

As certezas, às vezes, me deixam desconfiado. É que ao pensar corremos o risco de abrir as comportas do sem fim, dos horizontes perdidos, da imensidão abissal. Nesses momentos, o perigo se esconde nos lugares-comuns, nas frases de auto-ajuda, nos confortos, nas autocomiserações. Essa reflexão me vem quando penso no caminho que vou seguir para […]

Publicitário precisa estudar marketing?

A pergunta pode surpreender ou até incomodar, mas não dá pra negar: conhecer marketing é necessário e cada vez mais importante num mercado em crescente complexidade. Leia mais um artigo de Antunes Severo para a série Apontamentos para a História da Propaganda em SC.

Quando a propaganda virou negócio

Cenários de um mercado pequeno, mas promissor, serviram de base para o surgimento do negócio da propaganda catarinense. Nos anos 1950, o estado já se constituía em exemplo nacional por sua estrutura empresarial na indústria e no agronegócio, mas se ressentia de suporte nos serviços de apoio ao seu desenvolvimento, principalmente comunicação e marketing.

Os agitados tempos de antigamente continuam agitando

Vivemos a grande ilusão de que estamos sendo consumidos pela voracidade de dias turbulentos, insertos e inseguros neste início de terceiro milênio.

Publicidade na publicidade: As agências praticam o que pregam?

Em seu trabalho de conclusão de curso na Univali, o acadêmico Rhuan Carlos Willrich, questiona um dos pontos fracos das agências de publicidade.

Memórias e histórias da propaganda em Santa Catarina

A rigor, começa aqui e agora uma nova etapa, numa iniciativa pioneira voltada para levantar e tornar disponível de forma universal e sem limites o resultado do que observei, registrei e fiz no campo da comunicação social, em especial na área da propaganda, com a atitude sincera de que este trabalho possa servir de subsídio e estímulo aos estudiosos, pesquisadores, profissionais e empresários.

Publicitários chegam à Santa Catarina

A pressão aumentava no eixo Rio-São Paulo, se refletia em Minas, no Paraná e Rio Grande do Sul. De fato, Santa Catarina estava sitiada.À semelhança de outras regiões consideradas interioranas do país, a propaganda, ou publicidade, entrou em Santa Catarina – se não com a conivência – pelos menos com a aquiescência dos três lados de um mesmo triângulo – o veículo de comunicação, o corretor e o anunciante.

Dos pré aos primeiros publicitários no Brasil

Neste segundo artigo de uma série sobre a história da Propaganda, Antunes Severo conta quando surgiu a primeira agência brasileira e como foram os anos pioneiros, época que na mídia impressa firmaram-se os princípios da comunicação mercadológica.

Elóy Simões, o mestre compenetrado

Paulo Clóvis destaca a importância de Elóy Simões para a publicidade catarinense e cita depoimentos de colegas publicitários e jornalistas que ressaltam as características do homem e profissional que nos deixou na sexta-feira (8/08), aos 78 anos.