Posts

A Pátria calçou as chuteiras?

Não sei se você que eventualmente está lendo este texto pensa diferente, mas eu não consigo desejar que a nossa seleção faça fiasco dentro das quatro linhas, que saia derrotada de campo. Nunca consegui. Pode ser babaquice minha (talvez minha natureza de classe média, sei lá!), eu fico em frente da televisão torcendo por goleadas, […]

Sobre castrações!

Quando o Sultão, cão policial comedor de polenta e osso sumiu chorei. Adultos estranharam a tristeza (a mãe foi solidária), afinal era só um bicho. Onde nasci – tirante gato, cachorro, cavalo e feras – bicho era para comer, sem força de expressão e isso levou a certa frieza com eles. Frito, defumado, tostado, cozido, […]

Jovens, a vida não é fácil

Posso ser ingênuo, mas creio que no universo politico a maioria deseja acertar independente de partido. Entre as movediças areias que nos perturbam está a falta da clara compreensão do papel do individuo no tecido social. O debate superficial entre “assistencialismo” e “pragmatismo” (ou seria “socialista/comunista” e “capitalista”?) sobre o papel do governo/Estado embaralha a […]

Freud explica o fascínio pela ditadura cubana?

Sem dúvida é difícil de entender como tantos brasileiros e latino-americanos – a totalidade diz ser de esquerda e boa parte se reconhece como intelectual – quase vão ao orgasmo ao falar de Cuba, a bela fazendola de propriedade dos irmãos Castro. Ninguém, entre esses ferrenhos defensores do regime ali implantado, foge para a ditadura […]

Os haitianos & os remédios

UM – O que mais encontramos pelas calçadas, pelos becos, pelos comícios, pelos bares é gente esgualepada de tanto falar em direitos humanos. Falar! Entre nós há inclusive grupos que se apropriaram do direito de tratar de tão complexa universal questão, é gente que se especializou e vive disso. O governador do Acre, Tião Viana, […]

A propósito das companhias

Nada mais ameaçador para os pais abnegados do que as más companhias. Mamãe temia menos o capeta do que elas. É o que ela me dizia quase todo santo dia. Como boa católica sempre estava atenta aos sermões dominicais do padre da Matriz de Santo Antonio. Seguidamente ele tratava dessa questão e certa vez disse: […]

O golpe… 50 anos depois

Obviamente que o fim do regime de exceção merece comemoração. Temos o direito e o dever de brindar o retorno à democracia e, evidentemente, refletir sobre o período em que o medo, a covardia, o oportunismo, o deboche, a provocação e outras fraquezas humanas se aguçaram e permearam nosso cotidiano por duas décadas. Isso em […]

Ditaduras de esquerda ou ditaduras de direita?

Estou convencido: a gente apreende pouco na vida porque incorporamos viseiras com estonteante naturalidade. Eu, por exemplo, levei um tempão para compreender que as ditaduras são todas iguais. O viés ideológico, em regra por ignorância, inventa que uma ditadura pode ser diferente da outra: pura e total bobagem. No momento em que marcamos 50 anos […]

Por um prato de comida

No meu imaginário o prato e comida ocupa lugar instigante. O que ocupa espaço em nossas mentes raramente ali está só por um motivo, as causas são múltiplas. Um fator forte para essa questão do prato de comida é que fui educado tendo o alimento como algo sagrado: nada, absolutamente nada, do grão de arroz […]

O futebol é o ópio do povo?

UM – O futebol e os intelectuais brasileiros de “esquerda” sempre tiveram suas rusgas. Um ranço forte era o fato da prática alienígena “made in England” ser esporte de “gentleman”, ou seja, coisa de gente rica, mimada, filhinho de papai de nariz empinado, como o golfe e o tênis. Pois é, e como foi que […]