Posts

Um transmissor no Movimento da Legalidade

Corria o tempo nos últimos dias de agosto de 1961. Diante da renúncia do presidente Jânio Quadros, políticos golpistas articulavam impedir a posse do Vice. Em sentido contrário, o governador do Rio Grande do Sul, Leonel Brizola, comandava o Movimento da Legalidade, uma resistência popular e armada para garantir a posse de João Goulart. Durante […]

Daltro D’Arisbo, a concretização de mais um sonho

A partir da segunda-feira, 9/12, um novo cronista colaborador voluntário se integra à equipe do portal Caros Ouvintes: Daltro D’Arisbo, fundador e mantenedor do Museu do Rádio do Rio Grande do Sul é o nosso novo companheiro. Saudando mais este importante colaborador do portal do Instituto Caros Ouvintes, passamos-lhe a palavra para que ele próprio […]

Testemunha ocular da história: Jango e os comunistas

AudioDOC | Radiojornalismo Flávio Alcaraz Gomes 1964: No Brasil o presidente João Goulart deixa-se cada vez mais envolver pelos comunistas e pelas esquerdas. Em comício realizado na Central do Brasil a 13 de março anuncia reformas de base. É a gota d’água que iria precipitar sua derrubada do poder. Dezoito dias mais tarde, a 31 […]

Rádio e TV me proporcionaram convívio com famosos políticos!

Leonel Brizola, um deles, foi com quem mais tive amizade. O gaúcho Leonel Brizola já era um político rodado quando retornou do exílio no exterior, forçado pelo movimento golpista de 1964.

Rede da Legalidade, há 45 anos, o rádio como garantia constitucional (2)

É no domingo, 27 de agosto de 1961, que começam as transmissões da Rede ou Cadeia Nacional da Legalidade. O primeiro pronunciamento do governador do Rio Grande do Sul, Leonel Brizola, pouco depois das 14h, estende-se por 36 minutos. Discos com marchas militares – muitos deles do programa Aí vem a Banda, da própria Guaíba […]