Posts

O vai e vem do verso, um desafio à controvérsia

A comparação é insofismável. Mas a aceitação é um parto doloroso que se estende ao longo dos anos e a despeito das constatações objetivas.

Quando a propaganda virou negócio

Cenários de um mercado pequeno, mas promissor, serviram de base para o surgimento do negócio da propaganda catarinense. Nos anos 1950, o estado já se constituía em exemplo nacional por sua estrutura empresarial na indústria e no agronegócio, mas se ressentia de suporte nos serviços de apoio ao seu desenvolvimento, principalmente comunicação e marketing.

Em busca do “Graal” da propaganda

O propósito do Instituto Caros Ouvintes, com esta série  “História da Propaganda” vai muito além da simples coleta de informações sobre eventos passados. Pessoalmente como colunista voluntário, concordo e assumo a postura de provocador, estimulador e apoiador de iniciativas que visem trazer à tona um pouco mais do mundo mágico de uma profissão glorificada por […]

Publicitários chegam à Santa Catarina

A pressão aumentava no eixo Rio-São Paulo, se refletia em Minas, no Paraná e Rio Grande do Sul. De fato, Santa Catarina estava sitiada.À semelhança de outras regiões consideradas interioranas do país, a propaganda, ou publicidade, entrou em Santa Catarina – se não com a conivência – pelos menos com a aquiescência dos três lados de um mesmo triângulo – o veículo de comunicação, o corretor e o anunciante.

Propaganda, algo mais que anúncios

Vivemos atualmente mergulhados num mar de ofertas, propostas, provocações, desafios, demonstrações e testemunhais garantindo que a felicidade existe. Sempre foi assim? De certa maneira, sim. E esse assédio vem de longe e com muito gás. Estamos cercados dos pés à cabeça pelos tentáculos dos anúncios que nos chegam escancarados por todas as bandas disfarçados por ingênuos ou espertos efeitos visuais, odoríficos e sonoros.

“O projeto era derrubar as democracias latino-americanas”

“O golpe foi dado contra as Reformas de Base, não contra João Goulart. Foi contra um projeto de Nação que nós tínhamos”. A afirmação é do presidente do Instituto João Goulart, João Vicente Goulart, em entrevista concedida a Moacir Pereira e Antunes Severo.

A história que a mídia faz, conta ou não conta?

Pesquisadores do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina reúnem-se em Florianópolis para refletir, discutir e analisar o comportamento da mídia durante o regime militar imposto ao país em 1964.

Pesquisa: cresce investimento em mídia em SC

Do total de um bilhão e 74 milhões de reais 53,3% foram para a TV; 20,4% para jornal; 20% para o rádio e os restantes 6,3% para mídia exterior, revista e internet. Os resultados foram anunciados pelo presidente do Instituto Mapa, José Nazareno Vieira no Seminário de Marketing e Comunicação – Mídia Sul 2013 realizado […]

Jornalismo a serviço das fontes

Revista customizada: o jornalismo a serviço das fontes, de autoria da jornalista Andréa Fischer é o livro lançado pela Combook Trata-se do primeira publicação no Brasil que aborda especificamente revistas customizadas, publicação corporativa que vem ganhando mercado no país. O livro de Andréa Fischer é voltado para jornalistas, assessores de comunicação, relações públicas, professores e […]

O pai da popularidade – 2

Ele começou a chamar a atenção do público com apenas quatro anos. Aos sete, participou de um filme com Eliana Macedo. Aos 13, iniciou sua atividade na Rádio Piratininga, de Tupã, interior de São Paulo. Veio para Santa Catarina e acaba se apaixonando e aqui fixa residência e desenvolve seu projeto de vida.