Posts

O tal sujeito

O barbeiro Zezinho era um cara paciente, para alguns até um tanto bobo. Já seu vizinho de comércio, Gervásio, do cachorro-quente, era durão, não levava desaforo pra casa, e nem fazia fiado. Apareceu um sujeito novo no bairro, tinha uma lábia fora de sério. O tal sujeito foi até o carrinho de cachorro-quente de Gervásio […]

Papo sobre uma farra

Encontravam-se na barbearia do Zé Arlindo o João, o Fernando e seu Gentil. A TV estava ligada e uma notícia sobre a farra do boi prendeu atenção dos 4 ali presentes. O João foi o primeiro a se manifestar: – Acho um absurdo essa farra do boi. Farra pra quem se diverte correndo atrás do […]

Na Cadeira do Barbeiro com Naim Campos

O repórter da RBS TV Naim Campos foi o entrevistado do último programa Na cadeira do barbeiro. Num bate papo pra lá de descontraído Naim disse que gostaria até que ouvintes ligassem para a rádio que estava disposto a responder qualquer pergunta. Ressaltou que a expressão comunicador cai bem melhor para um jornalista, afinal de […]

O Rosalvo

Poucas figuras são tão incomuns como o Rosalvo. Complexado com o tamanho de seu nariz e com a infelicidade de viver em uma época em que bullying era palavra desconhecida, teve que conviver com zombarias. Talvez para sofrer menos chacotas dos amigos, ou sabe-se lá por que motivos adquiriu algumas maneiras estranhas. Ficou conhecido primeiro […]

O Rosalvo repete o Rosalvo

Poucas figuras são tão incomuns como o Rosalvo. Complexado com o tamanho de seu nariz e com a infelicidade de viver em uma época em que bullying era palavra desconhecida, teve que conviver com zombarias. Talvez para sofrer menos chacotas dos amigos, ou sabe-se lá por que motivos adquiriu algumas maneiras estranhas. Ficou conhecido primeiro […]

Um novo sorriso diante o oceano

Seu Olavo estava contente com sua nova dentadura. Iria à praia com um novo sorriso. Numa bela manhã de domingo partiram em direção a Palmas. Seu Olavo, a esposa, os três filhos, genro, noras, e netos. Antes de sair seu Olavo tirou e escovou a dentadura. Lavava-a com o mesmo capricho que limpava seu carro. […]

O lobisomem pinguço

Henrique chegou em sua barbearia e encontrou o Valdemar dormindo logo ao lado de sua porta. Valdemar vivia bêbado e dormia em qualquer canto. Não era um sujeito ruim, mas incomodava moradores e comerciantes do bairro pedindo dinheiro para a cachaça, ou ficava enchendo a paciência dos outros com seu papo-furado. Um dia Henrique teve […]

O jovem, a velhinha e a “gelada”

O Garibaldi entrou na barbearia e viu uma velhinha fazendo as unhas. Logo percebeu que a cada instante ela pegava uma latinha de cerveja e tomava um gole. Garibaldi perguntou ao barbeiro a idade da velhinha. O barbeiro disse que ela tinha 84 anos. Garibaldi abriu a boca num gesto de espanto e disse: – […]

Quando eu era desse mundo

Juca levava a vida do jeito que bem gostava. Uma vida de exageros, de festanças, boemias, e jamais levava um namoro a sério. Até os amigos de bagunça o chamavam de mundano. Juca era o cara do mundo. Não dava atenção a mais nada. Mas havia um detalhe que os amigos bem sabiam a seu […]

Reunião de condomínio

(Um bate-papo entre um leitor e o colunista) -Quer relaxar? Quer uma conversa civilizada? Quer ouvir pessoas se expressando educadamente? Quer falar sem ser interrompido? NÃO VÁ A UMA REUNIÃO DE CONDOMÍNIO. -Que absurdo caro colunista. Todos sabem que não devemos perder a reunião de condomínio. Como participar das decisões se ficarmos em casa? – […]