Posts

Ah, nomes perdidos

Flávio José Cardozo * Pois a beleza da palavra é fundamental – e muito quando se fala em nome de rua. E não se trata apenas de sonoridade, mas também de idéia, aquele significado puro e imediato que deve impedir a palavra de se transformar logo num clichê falido, quase sempre pobre de sentido para […]

Era sábado

Não pode se esquecer de que era sábado, aquele dia. Curitiba… Vinte anos… Pra quê…? Não sabia quem foi que lhe ensinou o valor do trabalho e da honestidade, mas, amor, ninguém quis ensinar não! As coisas vão nascendo, vivendo, sumindo e morrendo, sem que a gente perceba. Tinha uma ternura imensa para distribuir e […]

Memória auxiliar

A memória é uma coisa impressionante! Às vezes a gente tenta lembrar o nome de um filme, de um personagem… Quando o assunto é recente, a informação logo retorna: basta associar palavras e fatos. Mesmo quando o tema é um pouco mais antigo e difícil, ficamos “processando” até recuperar o dado “arqueológico” do “arquivo morto”, […]