Posts

Desiderata

Siga tranqüilamente entre a inquietude e a pressa, lembrando-se que há sempre paz no silêncio. / Tanto quanto possível, sem humilhar-se, viva em harmonia com todos os que o cercam. / Fale a sua verdade mansa e claramente, e ouça a dos outros, mesmo a dos insensatos e ignorantes: eles também têm a sua própria […]

Luiz Carlos Paraná: poeta compositor e cantor – 2

RadioDoc | Astros e Estrelas Nesta segunda parte da entrevista, Ubiratan Lustosa nos convida a seguir ouvindo a história de Luiz Carlos Paraná, sua música, seus sonhos, sua poesia. E quem conta essa história é o biógrafo de Carlos Paraná, o jornalista e também poeta Thiago Sogayar Bechara. Nesta etapa Thiago reconstitui um pouco da […]

E o que mais – tu serás um homem, ó meu filho!

Se és capaz de manter a tua calma quando / Todo o mundo ao teu redor já a perdeu e te culpa; / De crer em ti quando estão todos duvidando, / E para esses no entanto achar uma desculpa; / Se és capaz de esperar sem te desesperares, / Ou, enganado, não mentir ao […]

O lirismo na Flor do Cafezal

Rangel Alves da Costa* Na década de 60, o compositor paranaense de Ribeirão Claro, então com trinta e poucos anos, Luiz Carlos Paraná, compôs uma das mais belas músicas do cancioneiro sertanejo. Fato curioso é que Paraná se notabilizou como compositor de música popular brasileira, e não através da música sertaneja de raiz. É dele, […]

Pablo Neruda: Puedo escribir los versos más tristes esta noche

Puedo escribir los versos más tristes esta noche. / Escribir, por ejemplo: “La noche está estrellada, / y tiritan, azules, los astros, a lo lejos.” / El viento de la noche gira en el cielo y canta. / Puedo escribir los versos más tristes esta noche. / Yo la quise, y a veces ella también […]

O Navio Negreiro

Um dos mais conhecidos poemas da literatura brasileira, O Navio Negreiro – Tragédia no Mar foi concluído pelo poeta em São Paulo, em 1868. Quase vinte anos depois, portanto, da promulgação da Lei Eusébio de Queirós, que proibiu o tráfico de escravos, de 4 de setembro de 1850. A proibição, no entanto, não vingou de […]

Um raro momento de criatividade, técnica e virtuosismo

Em seu programa de hoje Odemar Costa esbanja talento e domínio da voz ao apresentar, ao som do piano de Guiomar Novaes, a sua interpretação para o Hino Nacional Brasileiro. Guiomar Novaes – considerada “a maior pianista brasileira e uma das maiores celebridades nos meios musicais da Europa e dos Estados Unidos no início do […]

Fernando Pessoa: tenho em mim todos os sonhos do mundo

Não sou nada. Nunca serei nada. Não posso querer ser nada. À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo./ Janelas do meu quarto,/ Do meu quarto de um dos milhões do mundo que ninguém sabe quem é/ (E se soubessem quem é, o que saberiam?),/ Dais para o mistério de uma rua […]

Recordações – 02

Na Marumby, a “Emissora das Iniciativas” a maioria dos locutores da época era composta por estudantes, muitos universitários, obtendo no rádio um reforço para a mesada que recebiam. Sendo universitário que não tinha mesada, muito cedo tratei de me profissionalizar.