Talentos como Jair são raros no rádio contemporâneo

Perdemos um bom amigo. O Rádio perdeu um de seus mais criativos profissionais. Jair de Brito esteve sempre na frente de seu tempo, inovando e rejuvenescendo a radiofonia. Foi o primeiro profissional a propor uma emissora de rádio exclusivamente jornalística. Na ocasião não encontrou apoio para sua proposta, considerada muito avançada. Anos mais tarde  surgiu a CBN. Jair de Brito sempre foi um realizador no presente com olhos voltados para o futuro. Talentos como Jair  são raros no rádio contemporâneo. Deixa saudades entre seus familiares e amigos e uma imensa lacuna na radiofonia brasileira.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *