Testemunha ocular da história: Jango e os comunistas

AudioDOC | Radiojornalismo

Flávio Alcaraz Gomes

1964: No Brasil o presidente João Goulart deixa-se cada vez mais envolver pelos comunistas e pelas esquerdas. Em comício realizado na Central do Brasil a 13 de março anuncia reformas de base. É a gota d’água que iria precipitar sua derrubada do poder. Dezoito dias mais tarde, a 31 de março as forças armadas se rebelam. Tropas descem de Minas Gerais; no Rio, o governador Carlos Lacerda do Palácio Guanabara desafia Goulart e o comandante dos Fuzileiros Navais almirante Cândido Aragão. No Rio Grande do Sul Leonel Brizola tenta reagir. Acompanhe as manifestações no podcast desta edição.

 

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *