Tipógrafo que traz livros para nós

A frase é de Tereza Rosa, filha do tipógrafo Érico do Prado da Rosa que trabalhou toda a vida na Imprensa Oficial do Estado de Santa Catarina.

Tereza RosaTereza foi radioatriz da Rádio Diário da Manhã por 17 anos. Começou a carreira artística aos 23 anos estimulada pela irmã Neide Maria Rosa e encerrou a carreira na década de 1960 quando Neide mudou-se para o Rio de Janeiro. Aliás, foi um ato memorável, pois quando a Neide viajou ambas faziam parte do elenco da mesma novela levada ao ar pela Rádio Diário da Manhã de Florianópolis e a Tereza, de repente, teve que substituir a irmã interpretando dois papéis, às vezes até contracenando com ela mesma.

A aventura demorou pouco, porém. Tereza, recém casada, resolveu abandonar a carreira. Hoje, lembrando daquela época ela sentencia: “A vida artística não é lazer, é trabalho”. Mas, a família continuou bem representa nas artes. Além de Neide Maria, que no Rio de Janeiro consagrou-se com o nome Neide Mariarrosa, a família conta com mais um artista. É o caçula Maximiliano que largou a profissão de bioquímico para se dedicar à pesquisa da cultura catarinense. Como médium que é, já psicografou o romance A Eternidade de uma Alma, lançado em 2007 pelo grupo de oração Araújo Figueiredo e atualamente se dedica à pesquisa musical na Ilha de Santa Catarina. Falando em música, pedi a confirmação sobre o início da carreira da Neide Maria. Ela começou cantando em programas infantis de auditório na Rádio Guarujá, aos 13 anos. Era um programa de calouros comandado por Acy Cabral Teive. Nesse mesmo ano de 1949 ela e a Oni Furtado passaram a ter um programa próprio uma vez por semana ao microfone da “Mais Popular”, slogan predileto da ZYJ-7, Sociedade Rádio Guarujá.

O reencontro que tivemos – a Preta e eu – com a Tereza faz parte da busca de mais informações de uma das épocas mais brilhantes do rádio de Santa Catarina. Pois, como diria o poeta: “Recordar é viver”. [ Foto acervo Caros Ouvintes ].

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *