Transmissões esportivas na Clube

Como a primeira emissora de rádio de Santa Catarina, a Rádio  Clube de Blumenau foi também a pioneira em programa esportivo do Estado através de  “A marcha do esporte”, bem como foi uma das primeiras a formar uma equipe para transmitir os jogos de futebol.
Por Clóvis Reis e César Martins

As transmissões externas começaram em 1954, quando a equipe da Clube estreou no jogo entre o Grêmio Esportivo Olímpico e o Guarani, dois times com grande tradição no esporte amador local. A equipe era composta por José Gonçalves, Jeser Jossi Reinert, Adolfo Nolte e Tesoura Júnior.

Tesoura Júnior (2003) conta como foi a primeira transmissão esportiva pela Clube: “O jogo foi realizado no Estádio da Baixada, na Alameda Rio Branco. O Olímpico ganhou de dois a zero. Naquele tempo ainda havia a paixão por determinado clube dentro da nossa equipe. Não havia um clima de imparcialidade que deveria prevalecer, como mais tarde prevaleceu. Então nesta primeira partida aconteceu um lance muito interessante. O locutor que estava narrando a partida era torcedor fanático do Palmeiras, um time arquiinimigo do Olímpico. O Guarani estava atacando, então ele narrou assim: ‘Fulano para ciclano, ciclano para fulano, entrou na área, preparou, vai marcar, chutou, mas que m…, passou por cima do travessão!’ ”

Tecnicamente também havia muitas dificuldades, como lembra Nolte (2003): “Havia poucas linhas telefônicas para as transmissões. Além disso, tínhamos que subir em poste para fazer a ligação dos fios, transmitir no meio de roça de aipim ou em cima do barranco. Tudo isso era normal”.

Para viabilizar economicamente o programa, a direção da Clube alugava o espaço na grade de programação. Então, os próprios integrantes da equipe esportiva visitavam o comércio e a indústria locais em busca de patrocínio. Não havia a participação dos contatos comerciais da emissora. Tesoura Júnior (2003) comenta: “Os valores cobriam muito bem as custos. O pessoal não regateava para pagar. Pagavam com toda a satisfação porque tinham muita audiência”.

A partir de 1958, as transmissões esportivas em Blumenau sofreram profundas transformações. Entrou no ar a Rádio Nereu Ramos, que inovou técnica e profissionalmente. A emissora utilizava equipamentos modernos e anos mais tarde introduziu o uso do microfone sem fio. Sua equipe era composta por grandes profissionais com muita experiência em emissoras de grandes centros do Brasil. Entre eles, incluíam-se Willy Gonzer, vindo da Rádio Inconfidência de Minas Gerais, e Martin Rebelato, egresso da Rádio Pan-Americana de São Paulo.

A comercialização dos espaços publicitários nas transmissões esportivas da Nereu era realizada pelo Departamento Comercial, diferentemente do que fazia a Clube, que alugava o espaço na grade de programação para que a equipe esportiva vendesse os anúncios publicitários.


{moscomment}

Categorias: Tags: , ,

Por Clóvis Reis

Doutor em Comunicação e professor da Universidade Regional de Blumenau (FURB). É autor dos livros Na fronteira da persuasão: os gêneros jornalísticos nas emissoras de rádio e Propaganda no rádio: os formatos de anúncio. É ainda coorganizador do estudo Realidade regional em comunicação.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *