Trilogia do amor no parque

O amor ainda está em voga? A pergunta é pertinente ou impertinente? Antes que se estabeleça a discussão e ainda antes que ela se torne em mais um confronto entre os tantos em que parece mergulhar o planeta, consideremos um caso. Um caso à parte ou um caso comum entre pessoas civilizadas? Antes de tudo e mais nada um caso. E mais: um caso de amor. Que o Ubiratan Lustosa nasceu e vive em Curitiba há mais de 80 anos, você já sabe pois ele, nesses últimos seis anos, é um dos mais assíduos colaboradores voluntários escrevendo aqui no Caros Ouvintes os deliciosos causos que ele também apresenta na Rádio Paraná Educativa. E, ultimamente, está presente no site com a publicação dos capítulos de seu livro “O Rádio do Paraná”. Não bastasse isso, Ubiratan é poeta reconhecido e articulista de longo curso. Pois o Bira acaba de cometer uma “Trilogia do Amor no Parque” que hoje aqui reproduzimos. São textos e sonetos com narração de Paulo Branco, interpretação de Felix Miranda, sonoplastia de Wasyl Stuparyk (Basílio Júnior), músicas de Inamí Custódio Pinto e arranjos e regência de Waltel Branco e execução da orquestra da Rede Globo.

Categorias: Tags: , , , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *