TVAL completa 20 anos


A TVAL, a TV da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, completou na nesta sexta-feira (25) 20 anos.

Logomarca oficial da TVAL em comemoração aos seus 20 anos

Criada com o objetivo principal de divulgar as ações do Parlamento estadual, a emissora, a segunda entre as unidades de federação, transformou-se numa das poucas TVs não comerciais de Santa Catarina, com produção de conteúdo jornalístico premiado, utilizado por veículos de comunicação de todo o estado.

A TVAL entrou no ar em 25 de outubro de 1999. Presidente da Alesc à época, o ex-deputado Gilmar Knaesel lembra que a emissora surgiu com a proposta de aproximar o cidadão da Assembleia e, ao mesmo tempo, dar transparência aos atos legislativos.

“Os veículos de comunicação não tinham condições de cobrir tudo o que acontecia na Assembleia e, por isso, havia essa necessidade de uma maior aproximação com o catarinense”, conta.

O ex-deputado se recorda que a emissora foi constituída em um momento de contenção de despesas. Por isso, seu custo de instalação foi baixo para os padrões da época. O primeiro diretor da TV, o jornalista Ilson Chaves da Silva, lembra que além da equipe enxuta, formada por seis pessoas, a emissora fazia a exibição do material por meio de um computador, algo pouco utilizado na época. O modelo, considerado barato, foi replicado em assembleias de outros estados.

No início, a TV era transmitida em caráter experimental, em programação de duas horas diárias, repetida durante as 24 horas. O sinal era restrito às operadoras de TV a cabo de Florianópolis. Aos poucos, foram fechadas parcerias com operadoras de outras cidades do Estado. Mas a programação chegava em fitas, que eram levadas de carro.

“A cada dois dias, viajava um carro para cada cidade levando a programação”, recorda-se Chaves.

Mudanças
A TVAL não só aproximou mais os catarinenses da Alesc. Ela também mudou o comportamento dos deputados, que passaram a enxergar na emissora uma oportunidade para divulgar seu trabalho.

“Hoje o deputado está sendo observado, acompanhado, fiscalizado. E da mesma forma ele aproveita esse espaço para mostrar ao cidadão o seu trabalho”, acredita o ex-deputado Gilmar Knaesel.

Ilson Chaves concorda. “Os deputados mudaram o discurso. E faziam discurso mesmo tendo poucos deputados no plenário, porque a TV levava a mensagem.”

A jornalista Maria Helena Pereira integrou a equipe inicial da TVAL. A mudança do comportamento, segundo ela, atingiu também os outros setores da Assembleia, que passaram a ser notícia. “Os deputados não estavam acostumados a estarem expostos assim. Ás vezes, a gente tinha que entrar em plenário para retirar o sanduíche da boca de um deputado, que não percebia que tudo aquilo era filmado.”

Legado
Além de mudar a relação entre o Parlamento e os catarinenses, a TV também se transformou numa geradora de pautas para outros veículos de comunicação do estado.

“A TV teve um momento de grande audiência e importância. Viramos, de uma hora para outra, um veículo de comunicação importante, que passou a entrar no dia a dia da capital, principalmente, pois deixou de ser apenas uma emissora sobre o legislativo para falar sobre saúde, política, história do estado”, disse Ilson Chaves.

Presença
Atualmente a TVAL está presente nos 63 maiores municípios catarinenses, por sinal aberto e TV paga. A emissora também exibe sua programação 24 horas pelo Youtube.

Além de transmitir as sessões plenárias e solenes, reuniões das comissões da Alesc, seminários, fóruns e outros eventos organizados pelo Legislativo, a TVAL conta com três telejornais diários, um programa semanal de notícias, programas de debates e de entrevistas com deputados e sobre temas diversos. A emissora também se destaca pela cobertura das eleições e de eventos festivos em Santa Catarina.

Outros seis programas jornalísticos estão na programação. Eles são semanais ou quinzenais e abordam temas atuais sobre cidadania, avanços na área da saúde, inclusão, conquistas da mulher na sociedade, análise de temas atuais, relacionados com a política e a sociedade.

Comemorações
Nesta semana, foi aberta uma exposição fotográfica para marcar os 20 anos da TVAL. A mostra retrata em imagens a trajetória da emissora. Ela pode ser conferida na Galeria de Artes Ernesto Meyer Filho, no hall do Palácio Barriga Verde, de segunda a sexta-feira, das 7 às 19 horas.

Também para marcar a data, a Alesc lançou no primeiro semestre o Concurso TVAL de Audiovisuais Catarinenses, que vai premiar e exibir em sua programação séries e filmes no formato de documentário, que retratem aspectos históricos e culturais de Santa Catarina. Serão selecionadas 30 produções. O concurso está na fase final de avaliação.

(com a colaboração de Maria Helena Saris, da TVAL)

Marcelo Espinoza
(Fonte: AGÊNCIA AL, 25/10/2019)

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *