Uma emissora dedicada a dar apoio aos talentos paranaenses

Desde o início de suas atividades a Rádio Clube Paranaense foi uma grande apoiadora dos talentos paranaenses. Na década de 1930, entre outros valores, podemos citar o “Trio Paranaense”, integrado por René Devrene, Charlote Franck e Bianca Bianchi, um trio que apresentava música clássica para o encanto dos ouvintes. Faziam sucesso, também, Stellinha Egg (depois grande nome do folclore nacional), os “Irmãos Paschoal” e Antonio Melilo. O nosso cantor de tangos era Azevedo Trilha, mais tarde promotor público em Santa Catarina.

José Maria era cantor e locutor. Em 20 de março de 2007, após palestra que tive a honra de proferir no Instituto Histórico e Geográfico do Paraná tendo por tema Primórdios do Rádio Paranaense, o Dr. Lauro Grein Filho, eminente presidente daquela entidade me lembrou de outros valores do passado não citados por mim: a Dupla Borges e Caprone, Lurdinha Correia, Neusa Torinho e Osório. Valho-me da sua extraordinária memória, e incluo esses nomes neste livro.

Jacinto Cunha, primeiro locutor

Jacinto Cunha, o primeiro locutor do Paraná, no início de sua carreira radiofônica foi discotecário, programador, locutor apresentador, locutor esportivo, redator, cronista e cantor. Foi até crooner da Orquestra Manon, usando o pseudônimo de “Carioca”.

Alice Xavier foi a primeira locutora do rádio paranaense e talvez a pioneira do Brasil. Ela atuou na Rádio Clube nos anos de 1931 a 1933. Foi uma agradável novidade para os ouvintes a primeira voz feminina a fazer locução na emissora.

Na mesma época, era locutor Ênio Marques Viana. Ele e Alice Xavier anunciavam os nomes das músicas que eram solicitadas pelos ouvintes. Em 28 de junho de 1939, Epaminondas Santos assumia a presidência da Rádio Clube, sendo 1º Vice-Presidente Eurípedes Garcez do Nascimento e 2º Vice Pedro Demeterco.

Epaminondas Santos foi também presidente da Associação Comercial do Paraná. Em 20 de agosto de 1945 o que era um clube de rádio passou a ser uma sociedade comercial. Iniciava-se a busca oficializada de anunciantes e patrocinadores que passaram a ser o sustentáculo da radiofonia no Brasil. A Rádio Clube Paranaense, popularmente chamada de Bedois (com origem em seu prefixo PRB-2), além dos valores locais que apresentava trazia grandes artistas do Rio de Janeiro e de São Paulo e, até com certa frequência, proporcionava espetáculos com valores internacionais.

Basta dizer que coube à Rádio Clube a primazia de trazer a Curitiba, para um espetáculo no Teatro Guaíra – na época ainda em fase final de construção – a extraordinária cantora peruana Yma Sumac. Verdadeiro fenômeno vocal, Yma alcançava agudos jamais imaginados para a voz humana, descendo a graves impressionantes, superando a alemã Erna Sack na extensão de sua voz maravilhosa.

As orquestras internacionais Casino de Sevilla e Suspiros de España, o Coro Russo de Dimitri Avramenko, o Balé Espanhol de Angel Pericet, são outros exemplos dessa movimentação artística. Balé Espanhol de Angel PericetO palco auditório da Bedois estava sempre lotado nas apresentações dos cantores, conjuntos vocais, solistas instrumentais, humoristas e orquestras sob o comando de animadores muito queridos pelo público espectador.

A Clube possuía, além de um excelente Conjunto Regional, um pianista e uma orquestra para acompanhar os cantores. Havia uma outra orquestra, regida pelo Maestro Trinco, que apresentava exclusivamente música saudosista, com um grande e selecionado repertório de valsas, xotes, chorinhos, polcas e maxixes dos velhos tempos.

Categorias: Tags: , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *