Uma lição de geografia e o dominó do Bar dos Coroas

Até 1943 o bairro Estreito, na parte continental da capital catarinense, era distrito de João Pessoa e pertencia ao município de São José como extensão de Barreiros. Barreiros continua sendo josefese. Já o bairro Estreito, assim chamado por ser a menor distância entre o Continente e a Ilha de Santa Catarina onde está desde 1926 a ponte Hercílio Luz, já viveu épocas maravilhosas com seu Balneário. O Balneário era a praia das famílias, embora posteriormente viesse a ostentar a deselegante denominação de Praia do Cagão. Tudo isso por conta dos coliformes fecais contados pela FATMA e que somam 2.500 por 100 militros. Aliás, há tempos o Balneário passou a ser identificado por uma favela que se instalou sobre as pedras da Ponta do Leal e sob os olhares complacentes das “otoridades” de plantão que estavam muito ocupadas com os planos da Avenida Beiramar Continental – monumento inacabado num desrespeito singular ao nome do poeta Zininho dado à obra sem que ela tenha sido inaugurada. Mas o bairro Estreito continua familiar, onde quase todo o mundo se conhece, não obstante a enxurrada de novos edifícios que se atropelam alterando a paisagem e o perfil da população. Mesmo assim ainda há recantos que resistem heroicamente entre lanchonetes, restaurantes, lojas de grifes, peças e acessórios, drives, moveleiros, revendas de carros e hospitais. Permanecem as árvores e as aves da Praça Nossa Senhora de Fátima e o estádio Orlando Scarpelli do Figueirense Futebol Clube. Pois é nesse lugar pacato que está virando efervescente onde ainda se pode fazer uma “fezinha” no jogo no bicho e um “pega” no dominó. Pois foi no bar dos Coroas, o bar do Sérgio, no Balneário, que tentei “narrar” uma partida de dominó. Abrão e Pierre x Alex e Minoro eram os protagonistas de uma melhor de três, ou seja, nada “nêga” para decidir a dupla vencedora. (Esta matéria faz parte da fase experimental dos estudos para a implantação do RadioLAB pelo Instituto Caros Ouvintes. Foi captada em mini gravadora Sony ICD-PX720 e finalizada em editor Sound Forge 7. Por favor, comente).

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *