Uma Palavra de Despedida, Apenas – Histórias

As histórias não têm final. É a seqüência dos atos que vão sendo escritos não sabemos como, mas com presteza. Nós, os atores improvisados, sem ler o nosso papel, sem ensaios, vamos levando aos circunstantes, ao grande teatro da vida, a nossa arte em improvisar. Sorrimos e choramos sem querer e sem saber porquê, nem quando. Quem somos, na ordem das coisas…?

– Foi necessário, digo a você, amigo. Foi necessário. Aguardemos a chegada da noite, neste possível crepúsculo de sonho ou alvorada de vida.

Meu filho dormiu?
Meu filho morreu? Não sei.
Sei que outros vivem e me esperam.

Ali, o meu norte. Quebrei a bússola que continha outras direções. Ali, o remédio. E eu não vou ler na bula as contra-indicações.
É necessário chegar cedo para o almoço. Afinal, é o primeiro dia do retorno. Não quero pensar no que me foi dito logo pela manhã. Seu amor próprio ferido ainda não conseguiu desvendar o mistério que envolve todas as vidas, todos os atos, todas as ações do homem.

O golpe recebido quase forçou o sentimento a suplantar a razão, mais uma vez as quatro paredes daquele quarto guardarão, para sempre, as palavras proferidas, pra que Deus não ouça o seu eco e ninguém venha a contar.

-Você terá que pagar essa traição na carne do seu próprio filho. Se Deus for justo haverá de castigá-lo. Se ele for justo, seu filho haverá de ficar todo torto. E você sofrerá com ele. Deus não ouve. As quatro paredes guardarão o eco. Tem que sair, para voltar.

Categorias: Tags: , , ,

Por Donato Ramos

Radialista desde quando estreou ao microfone da Rádio Clube de Paraguaçu Paulista, na década de 1950. Trabalhou nas principais emissoras de Rádio do Paraná e Santa Catarina atuando na locução, produção e direção artística. Tem dezenas de livros publicados sobre rádio e jornalismo. Atualmente se dedica a ações filantrópicas.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *