USP debate abertura de capital da mídia brasileira

Em meio ao truculento desentendimento entre estudantes e polícia, a USP está realizando hoje (23) um evento que discute o “impacto da abertura de capital das empresas brasileiras de mídia”. O debate acontece na Faculdade de Administração de São Paulo (FEA) e é focado em seis principais pontos de discussão:

1 – O retrato atual da indústria brasileira da comunicação
2 – Artigo 222 da Constituição (garantia de propriedade da empresa jornalística e de radiodifusão sonora e de sons e imagens aos brasileiros natos ou naturalizados há mais de dez anos, ou de pessoas jurídicas constituídas sob as leis brasileiras e que tenham sede no País); Proposta de Emenda à Constituição 203-B/95 (autoriza a abertura de capital das empresas de comunicação do Brasil ao capital estrangeiro).
3. Novas motivações políticas.
4. Impactos à indústria da comunicação.
5. Impactos à sociedade brasileira.
6. Cenários futuros.

O evento é uma realização do Programa de Comércio Exterior Brasileiro – PROCEB da Fundação Instituto de Administração – FIA, em parceria com o Programa de Pós- Graduação em Administração da FEA/USP.

Categorias: Tags: , ,

Por Antunes Severo

Radialista, jornalista, publicitário, professor e pesquisador é Mestre em Administração pela UDESC – Universidade do Estado de SC: para as áreas de marketing e comunicação mercadológica. Desde 1995 se dedica à pesquisa dos meios de comunicação em Santa Catarina. Criador, editor e primeiro presidente é conselheiro nato do Instituto Caros Ouvintes de Estudo e Pesquisa de Mídia.
Veja todas as publicações de .

Comente no Facebook

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *