Walter Souza será homenageado no Encontro da Imprensa de SC

Com 57 anos de exercício profissional em emissoras de Rádio e Televisão, o jornalista Walter Souza será homenageado no 9o Encontro da Imprensa Catarinense em Chapecó programado para o dia 06 de agosto, na sede campestre da CDL, no horário das 11 às 18 horas.

walter-souza

Profissionais que atuam na vasta área da comunicação social – jornalistas, radialistas, radiodifusores, publicitários, relações públicas, docentes, mídias etc. – participarão desse que é considerado o maior evento da mídia barriga-verde.

Confira os homenageados do Encontro Encontro da Imprensa Catarinense 2016

A festa reunirá 500 profissionais de todas as regiões do Estado e terá, como destaque, a homenagem a grandes nomes da comunicação barriga-verde pelo critério de distinção aos profissionais com 50 anos de atividade.
A programação também prevê homenagens institucionais da ACI, almoço de confraternização, sorteio de brindes e show musical.

O 9º Encontro da Imprensa Catarinense é organizado pela Associação Catarinense de Imprensa (ACI) e MB Comunicação Empresarial/Organizacional com apoio da Câmara de Dirigentes Lojistas de Chapecó, com coordenação geral do diretor regional Marcos Antonio Bedin e supervisão do presidente Ademir Arnon.

As empresas de comunicação, as Universidades, os Sindicatos e Associações classistas já podem indicar nomes de profissionais com 50 anos de atividade, enviando minicurrículo para o e-mail mb@mbcomunicacao.com.br.

Walter Souza notabilizou-se na radiodifusão catarinense, foi o primeiro repórter de televisão do Grupo RBS em Santa Catarina e completa quase seis décadas de atuação na comunicação. Souza iniciou em novembro de 1958 na Rádio Jurerê em Florianópolis. Em janeiro de 1960 transferiu-se para a Rádio Jornal A Verdade como DJ, apresentando programa de quatro horas e, ainda, atuando como repórter de campo da “equipe esportiva vermelhinha”.

Nos anos seguintes trabalhou nas mais importantes emissoras do Estado. Em maio de 1962 ingressa na Rádio Anita Garibaldi como locutor apresentador e repórter esportivo. Em setembro de 1953 foi contratado pela Rádio Guarujá com as mesmas funções. Em junho de 1964 ingressa no Diário da Manhã, “o grande sonho de todo radialista de Santa”. Em 1966 tem sua primeira incursão na televisão e atua durante quatro meses na TV Florianópolis do empresário Hilário Silvestre, mas, em maio de 1972 retorna a Rádio Guarujá com as mesmas funções.

Em janeiro de 1976 torna-se apresentador da TV Cultura de Florianópolis. Em setembro de 1978 coloca no ar a primeira FM de SC com o nome de Guarujá. Em abril de 1979 trabalha na RBS TV e na Rádio Diário da Manhã, acumulando com o Jornal de Joinville durante um ano. Em maio de 1981 inaugura a Atlântida FM na condição de coordenador e primeiro comunicador. Em março de 1991 trabalha em vários veículos de comunicação simultaneamente: CBN rádio, Atlântida FM e RBS TV Catarinense.

Em março de 1986 entra no Diário Catarinense, onde permanece quase cinco anos com a coluna Visor. Em março de 1991 coordenador setor de rádio do Palácio do Governo com edição de 90 boletins por dia. Em março de 1995 retorna à Rádio Guarujá e torna-se, também, coordenador de jornalismo da TV Barriga Verde. Em março de 1998 passa a coordenar o setor de rádio do Palácio do Governo. Em março de 2003 atua em canais de TV fechados. Em janeiro de 2005 passa a coordenar a rádio ALESC e, em março de 2008, a TV Assembleia. Em janeiro de 2010 volta para a Rádio Guarujá, além de comunicador e entrevistador da Rádio Clube de Lages. Atualmente, continua na Rádio Guarujá de Florianópolis.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *