Workshop de Cenografia com Neno Brazil

O workshop de CENOGRAFIA com Neno Brazil procura aproximar o participante do universo da cenografia por meio de projeções de três curtas-metragens de Ronaldo dos Anjos, O Santo Mágico -2006, Astheros – 2009 e O Demônio e as Margaridas- 2016.

Neno foi o cenógrafo e diretor de arte dos filmes que analisará criticamente com os participantes do workshop do ponto de vista da cenografia e da arte. Paralelo a este exercício de apreciação cinematográfica crítica será passado o conteúdo da apostila distribuída aos participantes que contempla aspectos históricos e técnicos da cenografia como ofício ou arte. Ao final do workshop discutiremos o processo criativo do cenógrafo e seu papel nos diversos desafios contemporâneos da cenografia.

Inscrições a partir de 16/04/2018 na Coordenação dos Cursos Oficinas Livres de Arte do DAC das 10:00 às 17:00h.

Ministrante: Neno Brazil
Duração do Workshop: 14, 15, 16 e 17 de maio de 2018.
Horário: de Segunda a Quinta-feira das 19:00 às 22:00h.
Carga Horária: 12 horas
Valor: R$ 250,00
Número de alunos: 18 vagas – mínimo: 10.
Requisitos: maiores de 18 anos.

Sobre o Ministrante:

Neno é artista plástico há quase 40 anos, seu primeiro prêmio é de 1980 – Salão da UDESC. Cenógrafo e diretor de arte, publicitário e diretor de documentários, com prêmios em todas essas áreas. Também é toyoteiro, aventureiro e shaper, esculpe suas próprias pranchas de surf desde 1978.

Começou no Teatro fazendo cartazes e programas para o Grupo Armação, mas na década de 1980 já começa a criar cenários para teatro, na mesma época se envolve com produção de vídeo e realiza alguns sets para TV e cenários de ficção. Nos anos 1980 -90 realiza alguns cenários premiados para o Armação, como O Rapto das Cebolinhas, Os Órfãos de Jânio e Tchekov em dois Tempos.

No cinema participa como Diretor de Arte e Cenógrafo premiado também na trilogia de curtas catarinenses do diretor Ronaldo dos Anjos: O Santo Mágico 2006, Astheros 2009, e o último em 2016 O Demônio e as Margaridas.
Em 2017 voltou a fazer cenário para Teatro a convite do Grupo Armação que comemorou 45 anos de atividades com a montagem de Sopros de Paz e Guerra.

0 respostas

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *