Zininho, as escolas de samba e o Rancho do Amor à Ilha na Casa da Memória

Desde a quarta-feira, 23/9/2009, o documentário Um Manezinho de Apelido Zininho e os arquivos originais da gravação do Rancho do Amor à Ilha estarão disponíveis para estudantes, pesquisadores e interessados na Casa da Memória de Florianópolis.

Detalhe da capa interna do álbum

Detalhe da capa interna do álbum

A história de Cláudio Alvim Barbosa, o poeta Zininho, também, a partir dessa data foi disponibilizada em vídeo para escolas públicas de Florianópolis e bibliotecas municipais do Estado. Já os originais da primeira gravação do Hino de Florianópolis foram digitalizados pelo Instituto Caros Ouvintes para facilitar o acesso às consultas.

O áudio que você poderá ouvir no podcast desta matéria é uma reprodução do disco compacto da primeira versão gravada nos estúdios da Pauta, a produtora do conjunto vocal Titulares do Ritmo, em São Paulo.

Referência de registro: rotação 33 e 1/3, face A. Rancho do Amor à Ilha. Hino Oficial de Florianópolis. Cláudio Alvim Barbosa (Zininho). Neide Mariarrosa e os Titulares do Ritmo com orquestra do maestro Carlos Castilho. Prensagem especial para a Diretoria de Turismo e Comunicações da Prefeitura Municipal de Florianópolis. Administração Acácio Garibaldi Santhiago. Produção: A.S. Propague.

Neide Maria e Zininho

Neide Maria e Zininho

Um documentário sobre o poeta Zininho com a história de Cláudio Alvim Barbosa, foi disponibilizada em vídeo para escolas públicas de Florianópolis e bibliotecas municipais do estado no decorrer do segundo semestre de 2009.

Uma parceria entre a Câmara de Vereadores, Secretaria Municipal de Educação e Fundação Cultural de Florianópolis Franklin Cascaes foi anunciada como a viabilizadora da reprodução e distribuição do documentário “Um Manezinho de Apelido Zininho”, produzido pela TV Câmara.

O documentário da TV Câmara narra a vida do músico, arquivista e poeta, autor de mais de uma centena de composições, entre elas o “Rancho de Amor à Ilha”, que se transformou no hino oficial de Florianópolis. O DVD traz entrevistas com familiares e amigos do artista, registrando ainda sua passagem pelo setor de som da Câmara Municipal e pelas rádios Diário da Manhã e Guarujá de Florianópolis, experiências que geraram um legado em forma de canções diversas, fotografias, radionovelas e outras gravações que retratam um pouco da história política e cultural da capital catarinense no período de 1950 a 1990.

Baseado na obra “Zininho – Jamais Algum Poeta Teve Tanto Pra Cantar”, de Raul Caldas Filho, o documentário tem narração de Édio Nunes de Souza e entrevistas feitas pelo jornalista Caê Martins. O roteiro leva a assinatura de Andréa Buzato e Cláudia Barbosa, que também foi responsável pela pesquisa e produção do material.

A partir da próxima semana o site Caros Ouvintes publica uma série de matérias sobre a criação da música, o concurso que a elegeu a Canção de Florianópolis, os atos que a tornaram o Hino oficial da Cidade e as versões que surgiram posteriormente. Texto atualizado por Antunes Severo em 25/11/2013

1 responder

Trackbacks & Pingbacks

  1. […] Zininho, as escolas de samba e o Rancho do Amor à Ilha na Casa da Memória (com áudio) […]

Deixe um comentário

Gostaria de deixar um comentário?
Contribua!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *